Área Restrita

ASSESSORIA

Contábil

A FS Contábil é uma empresa que atua desde 1989 com larga experiência em serviços contábeis. Essa experiência é o resultado de mais de 25 anos no mercado contábil, focando sempre em responsabilidade, qualidade e prontidão de serviço para melhor satisfazer seus clientes.

Dicas para combater fraudes na sua empresa

06/03/2018

 

Segundo o índice do Fórum Econômico Mundial, de 2016, o Brasil ocupa o 4º lugar no mundo em atos de corrupção, ficando atrás somente do Chade, Bolívia e Venezuela.

Com isso, há uma preocupação cada vez maior dos empresários e empreendedores brasileiros, em relação às questões relacionadas à ética e conformidade nas empresas.

Abaixo, o Profº. Marcos Assi lista algumas dicas para o combate de fraudes na empresa.

 

1. Conheça seus colaboradores, clientes, fornecedores e produtos:

Por vezes, alguns problemas que ocorrem nas organizações estão fora do alcance de auditorias regulares, mas funcionários, fornecedores e até mesmo clientes podem saber o que está acontecendo, por isso, é de extrema importância ter conhecimento de todas as pessoas que se envolvam diretamente com o seu negócio.

Para isso, muitas empresas investem na aplicação de potencial de integridade resiliente, que são questionários e avaliações psicológicas com perguntas e desafios de diferentes níveis, com a finalidade de identificar como um indivíduo ou um grupo reagem as pressões éticas, podendo assim, corrigir eventuais problemas.

Além disso, a ampliação das regras de conformidade para parceiros é fundamental para evitar negócios com empresas envolvidas em atividades ilícitas.

 

2. Tenha um conselho de administração

'O conselho é uma forma de assegurar que a organização está sendo gerida de maneira clara e competente, pois é ele que irá ajudar a empresa na realização da estratégia, monitoramento e incentivo às boas práticas de governança, ajudando a evitar a corrupção, as fraudes e revendo os caminhos percorridos sempre que necessário', afirma o Prof. MSc. Marcos Assi.

Para tanto, é extremamente importante à independência na realização do trabalho do conselho, bem como a renovação periódica de seus membros conforme código de conduta.

 

3. Tenha comitês de auditoria e gestão de riscos

Ao comitê de auditoria cabe a função de assegurar o equilíbrio, a integridade e a transparência das informações financeiras, devendo monitorar constantemente a eficácia dos controles internos relacionados a conflitos de interesse, fraudes e quaisquer desvios de conduta que impactem a organização.

Já o comitê de risco atua de forma preventiva, com a finalidade de alertar, informar e solicitar soluções diante de eventuais desenquadramentos dos limites de riscos e das regras e parâmetros utilizados pela empresa.

 

4. Aplique mudanças de comportamento

Uma gestão de ética eficaz pode exercer grande influência na cultura e no comportamento das pessoas, produzindo assim, melhores resultados, que abrangem não só questões relacionadas ao financeiro, mas também de motivação e produtividade.

Estimular os colaboradores a refletir e atuar de acordo com as regras formalizadas, gera um ambiente mais transparente, influenciando diretamente na redução do número de fraudes.

 

5. Conheça os pontos frágeis do negócio e implemente controles adequados de informação e monitoramento

A implementação de um sistema de controles internos adequados e eficiente têm um papel primordial na prevenção, detecção e eliminação de fraudes e erros, resguardando a organização e seu patrimônio.

6. Tenha políticas de segurança da informação

Um dos ativos mais preciosos de uma empresa é justamente a 'informação', pois é algo essencial para todos os tipos de processos realizados em qualquer negócio, e o vazamento de informações cruciais pode causar enormes prejuízos. Por isso, a importância da implementação dessas políticas, que visam minimizar riscos de fraudes e reduzir a vulnerabilidade dos sistemas de dados.

Cabe ressaltar que as políticas de segurança de informação devem ser analisadas e revisadas criticamente, em intervalos regulares ou quando mudanças se fizerem necessárias.

 

7. Implemente políticas de controle de acesso

Um dos principais condutores para a garantia da integridade do sistema de informação é a questão do controle de acesso.

Controlar acesso retrata muito mais do que verificar se há aprovações em cada solicitação, é imprescindível que haja parâmetros adicionais que possibilitem uma visão dos riscos envolvidos a cada combinação de permissão.

 

8. Faça auditorias periódicas e mantenha processos de auditoria contínua

As auditorias internas e externas são fundamentais para as empresas que desejam efetuar a governança corporativa, conformidade e gestão de riscos de maneira efetiva.

 

Fonte: http://www.segs.com.br/seguros/105888-08-dicas-para-combater-fraudes-na-sua-empresa